Falando sobre Gibran Khalil Gibran, O Poeta do Amor

 

Citação

Gibran Khalil Gibran, O Poeta do Amor

 

Entre as Colinas

 

Entre as colinas,
quando vos sentardes à sombra fresca
dos álamos brancos,
partilhando da paz e da serenidade dos campos
e dos prados distantes,
então que vosso coração diga em silêncio:
"Deus repousa na Razão".

E quando bramir a tempestade,
e o vento poderoso sacudir a floresta,
e o trovão e o relâmpago proclamarem
a majestade do céu,
então que vosso coração diga
com temor e respeito:
"Deus age na Paixão".

E já que sois um sopro na esfera de Deus
e uma folha na floresta de Deus,
também devereis
descansar na razão e agir na paixão.

(K Gibran)

 

  ********

 “O que digo hoje com apenas meu coração

será dito amanhã por milhares de corações.” 

(K Gibran)

******** 

 

 Nasceu em 6 de dezembro de 1883, em Bsharri, nas montanhas do Líbano. Emigra para os Estados Unidos em  1894 com a mãe e os irmãos. O pai permanece em Bsharri.Em 1898 retorna ao Líbano para completar seus estudos árabes e em 1902  volta para Boston. Sua mãe e seu irmão morrem em 1903. Gibran escreve poemas e meditações para Al-Muhajer (O Emigrante), jornal árabe publicado em Boston. Seu estilo novo, cheio de música, imagens e símbolos, atrai-lhe a atenção do Mundo Árabe. Desenha e pinta numa arte mística que lhe é própria. Uma exposição de seus primeiros quadros desperta o interesse de uma diretora de escola americana, Mary Haskell, que lhe oferece custear seus estudos artísticos em Paris. Estuda na Académie Julien. Trabalha freneticamente. Freqüenta museus, exposições, bibliotecas. Conhece Auguste Rodin. Uma de suas telas é escolhida para a Exposição das Belas-Artes de 1910. 

 

  

 Nesse ínterim, morrem seu pai e sua irmã Sultane. 1910 – Volta a Boston e, no mesmo ano, muda-se para Nova York, onde permanecerá até o fim da vida.

Reúne em volta de si uma plêiade de escritores libaneses e sírios. O grupo forma uma academia literária que se intitula Ar-Rabita Al-Kalamia (A Liga Literária), e que muito contribuiu para o renascimento das letras árabes.

Ao mesmo tempo em que escreve, Gibran se dedica a desenhar e pintar. Sua arte, inspirada pelo mesmo idealismo que lhe inspirou os livros, distingue-se pela beleza e a pureza das formas. Todos os seus livros em inglês foram por ele ilustrados com desenhos evocativos e místicos, de interpretação às vezes difícil, mas de profunda inspiração.

 

 

 

 

Publica vários livros em árabe , entre eles, A Música, As Ninfas do Vale, Espíritos Rebeldes, Asas Partidas, Uma Lágrima e um Sorriso, A Procissão, Temporais e , após a sua morte, Curiosidades e Belezas

Deixa, pouco a pouco, de escrever em árabe e dedica-se ao inglês, no qual produz  oito livros: O Louco, O Precursor, O Profeta, Areia e Espuma, Jesus, o Filho do Homem e Os Deuses da Terra.

E mais dois após a sua morte: O Errante e  O Jardim do Profeta.

Morre em 10 de abril de 1931em Nova York, em virtude de uma crise pulmonar que o deixara inconsciente. 

                                             

                    

 

******** 

AMAI-VOS

********  

 

Amai-vos um ao outro,

mas não façais do amor um grilhão.
Que haja, antes, um mar ondulante

entre as praias de vossa alma.

Enchei a taça um do outro,

mas não bebais da mesma taça.
Dai do vosso pão um ao outro,

mas não comais do mesmo pedaço.

Cantai e dançai juntos,

e sede alegres,
mas deixai

cada um de vós estar sozinho. 

Assim como as cordas da lira

são separadas e,
no entanto,

vibram na mesma harmonia.

 

Dai vosso coração,

mas não o confieis à guarda um do outro.
Pois somente a mão da Vida

pode conter vosso coração.

 

 

E vivei juntos,

mas não vos aconchegueis demasiadamente.
Pois as colunas do templo

erguem-se separadamente.
E o carvalho e o cipreste

não crescem à sombra um do outro.

(K Gibran) 

 

 

 ********   

Divina Música! 

******** 


 

Filha da Alma e do Amor.
Cálice da amargura
e do Amor.
Sonho do coração humano,
fruto da tristeza.

 

 

Flor da alegria, fragrância
e desabrochar dos sentimentos.
Linguagem dos amantes,
confidenciadora de segredos.

Mãe das lágrimas do amor oculto.
Inspiradora de poetas, de compositores
e dos grandes realizadores.

 


 

Unidade de pensamento dentro dos fragmentos
das palavras.
Criadora do amor que se origina da beleza.
Vinho do coração
que exulta num mundo de sonhos.

Encorajadora dos guerreiros,
fortalecedora das almas.
Oceano de perdão e mar de ternura.

 

 

Ó música.
Em tuas profundezas
depositamos nossos corações e almas.
Tu nos ensinaste a ver com os ouvidos
e a ouvir com os corações.

(K Gibran)

 

 

"Quando o amor vos fizer sinal, segui-o;
ainda que os seus caminhos sejam duros e difíceis.
E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos;
ainda que a espada escondida na sua plumagem
vos possa ferir.

 

E quando vos falar, acreditai nele;
apesar de a sua voz
poder quebrar os vossos sonhos
como o vento norte ao sacudir os jardins.
Porque assim como o vosso amor
vos engrandece, também deve crucificar-vos
E assim como se eleva à vossa altura
e acaricia os ramos mais frágeis
que tremem ao sol,
também penetrará até às raízes
sacudindo o seu apego à terra…."

(K Gibran)
 

 

"…Então entrega-vos ao seu fogo,
para poderdes ser
o pão sagrado no festim de Deus.
Tudo isto vos fará o amor,
para poderdes conhecer os segredos
do vosso coração,
e por este conhecimento vos tornardes
o coração da Vida.
Mas, se no vosso medo,
buscais apenas a paz do amor,
o prazer do amor,
então mais vale cobrir a nudez
e sair do campo do amor,
a caminho do mundo sem estações,
onde podereis rir,
mas nunca todos os vossos risos,
e chorar,
mas nunca todas as vossas lágrimas.
O amor só dá de si mesmo,
e só recebe de si mesmo.
O amor não possui
nem quer ser possuído.
Porque o amor basta ao amor…"

(K Gibran)

 

 

 

******* 

Os desenhos deste post são da autoria de Khallil Gibran

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s